Welcome to my website

Este espaço é dedicado á divulgação de notícias, artigos e informação relacionada com o fenómeno OVNI. Desde Portugal para o resto do mundo.

sábado, 10 de fevereiro de 2018

LOCALIDADE RUSSA ERGUE MONUMENTO EM FORMA DE OVNI EM HOMENAGEM AOS SEUS TRIPULANTES


. A cerca de 50 km de Moscovo, na localidade de Protasovo, um estranho artefacto em forma de disco voador pode ser visto próximo a uma estrada. O curioso monumento foi construído para homenagear as supostas visitas alienígenas na localidade á quase duas décadas. Entre os quase 200 residentes de Protasovo, muitos poucos desconhecem as supostas visitas extraterrestres á região na década de 90. Esse é um dos temas que vem sempre á baila entre as pessoas que vivem nesta pequena localidade russa.

A MISTERIOSA FLORESTA....

. Tatiana Ribakova, uma das residentes que vive próxima á localidade, disse ao "Sputnik Brasil" o que viu um dia quando saía do autocarro para ir para o trabalho numa manhã de 1991.


"Eu vi várias pessoas a olharem na mesma direcção, em direcção á nossa floresta que está ali localizada...haviam dois objectos voadores a pairar...então eles desapareceram..." disse Ribakova ao "Sputnik".

De acordo com outros moradores, praticamente todos os avistamentos ocorreram perto da mesma floresta. Liudmila Pajomova, que nasceu perto Protasovo, os antigos habitantes da sua aldeia sempre advertiram as crianças sobre essa floresta, já que segundo eles, haviam "forças hostis" escondidas.


ENCONTRO IMEDIATO

. Vladimir Ilichev, que residiu em Protasovo há muitos anos, disse ao "Sptunik" que teve um encontro pessoal com seres de outros mundos.

"Isso aconteceu á 15 anos, uma noite eu acordei, fui á janela sem qualquer razão e vi uma estranha criatura azul, que me olhou nos olhos e me enviou mensagens telepáticas que diziam: " Vem cá, vem cá..."


Segundo Ilichev, uma segunda outra criatura estava a 20 metros de distância. Poucos dias, o seu filho, que na época tinha 12 anos, disse ao pai que também tinha visto os mesmos seres. Os visitantes tinham mais de 2 metros de altura, eram magrinhos e tinham cabeças grandes.
O homem disse que essa foi a única vez que ele viu os supostos alienígenas e que depois desse dia nunca mais teve contacto com essas criaturas.


(Monumento erguido em forma de ovni em homenagem aos extraterrestres)


O LADO CIENTÍFICO E OFICIAL

. Numa tentativa de esclarecer o mistério de Protosovo, "Sputnik" consultou Vladimir Lipunov, um astrofísico e professor da Universidade Estadual de Lomonosov Moscou. Há quinze anos, o especialista desenvolveu uma rede única de telescópios robóticos através dos quais é possível observar o céu.
"Ao longo das nossas actividades de observação na região de Moscovo, já fizemos milhões de instantâneos e posso garantir que os nossos telescópios não têm registado nenhuma nave extraterrestre...", disse Lipunov ao "Sptunik".
De acordo com o astrofísico, os objectos vistos pelos habitantes daquela aldeia poderiam ter sido aviões, já que o aeroporto militar de Chkalovski está localizado não muito longe da região. Por outro lado, os habitantes de Protasovo rejeitam o ponto de vista do cientista. Eles reconhecem que aviões e helicópteros, na verdade, voam sobre a área regularmente, mas o que viram na cidade na década de 90 era algo bem distinto e completamente diferente, afirmam.


Fonte: (https://mundo.sputniknews.com)



sábado, 3 de fevereiro de 2018

OVNI FOTOGRAFADO NO AEROPORTO DA CIDADE DO MÉXICO



. Por volta das 16:50 h, do passado dia 26 de Janeiro 2018, vários engenheiros aeronáuticos que trabalhavam num desmantelamento de um Boeing 767, no sector norte do aeroporto internacional da cidade do México, informaram terem observado um estranho objecto escuro de forma esférica sobre o aeroporto. Segundo eles, o estranho aparelho ficou visível no ar por cerca de 20 minutos antes de desaparecer em direcção ao vulcão Popocatepetl.

. Também no mesmo aeroporto no dia 21 de Janeiro, ás 19:00 h, foi observado e fotografado um objecto voador não identificado de cor escura e de forma discoidal, que fazia movimentos ascendentes e descendentes, a uma altitude estimada em 1000 metros.


(Crédito Alfonso Salazar)


OBJECTO ENIGMÁTICO FILMADO SOBRE A CRATERA DO VULCÃO POPOCATEPETL



. Recentemente foi postado nas redes sociais, nomeadamente no Facebook, um vídeo de um objecto voador não identificado a sobrevoar a cratera do vulcão Popocatepetl, outra vez no México. De salientar que não é a primeira vez que são registados fenómenos estranhos junto á cratera do vulcão, sendo que o México é um dos países que mais avistamentos tem a nível mundial.









sábado, 27 de janeiro de 2018

OVNIS, EXTRATERRESTRES E ABDUÇÕES; EM PORTUGAL E NO MUNDO...


Os relatos dos supostos "raptos" por seres extraterrestres um pouco por todo mundo, repetem-se à décadas. Um deles é o da portuguesa Carla Batista, que afirma ter sido raptada quando era muito nova. Com o passar dos anos esta situação afectou por completo a sua vida, tendo recorrido a várias terapias...
Veja o que se passou com ela e alguns amigos na ponte 25 de Abril a 4 de Setembro de 1989, quando saía de lisboa para umas férias....
(Nos vídeos abaixo são ainda reportados outros casos...)









sábado, 20 de janeiro de 2018

"ALIEN MYSTERIES" ESTREIA BREVEMENTE NO DISCOVERY CHANNEL




Desde há 50 anos que a ovnilogia é uma constante, já que a curiosidade humana é aguçada pela possibilidade de existir vida no espaço. Os últimos 50 anos de contactos extraterrestres vão ser investigados em  “Alien Mysteries”, que vai estrear no Discovery Channel no dia 29 de Janeiro, às 21:00 h.
Nesta nova série uma equipa de cientistas viajará a todos os locais onde estão documentados avistamentos, contatos e pistas de extraterrestres, nos últimos 50 anos. Os especialistas vão dar voz aos protagonistas destes acontecimentos e analisar exaustivamente todas as provas recolhidas.
Cada uma das histórias apresentadas será vista à lupa pelos especialistas que ao longo de seis episódios vão apresentar testemunhos credíveis, relatórios de investigação e provas tangíveis, tais como marcas físicas, fotografias, relatórios de radares e vídeos que, supostamente, corroboram a existência de visitantes vindos do espaço.
Em “Alien Mysteries” serão vistas reconstruções de casos inquietantes como o de Matthew Reed, um fazendeiro de Indianápolis que, depois de perseguir no seu carro uma estranha luz alaranjada, viu como o veículo parou de forma brusca. Depois do sucedido, não se lembra de nada durante aquela hora e meia.
Também vamos conhecer o caso de Corina, uma jovem mãe de dois filhos que, em julho de 1991, avistou um ovni em forma de bumerangue, do tamanho de um campo de futebol, que sobrevoou a sua casa a escassos metros do telhado.
Este e muitos mais casos em “Alien Mysteries”, nova série a não perder….






sábado, 13 de janeiro de 2018

OVNI ALVEJADO QUANDO PAIRAVA SOBRE DEPÓSITO DE ARMAS NUCLEARES


. O caso que se segue foi recentemente relatado a Robert Hastings, um dos maiores especialistas da Ufologia Mundial em ocorrências envolvendo a presença de ovnis sobre bases militares e depósitos de armas nucleares, pelo ex-militar Michael D. Jenkins. No início dos anos 70 Michael era membro do 96º Esquadrão de Polícia de Segurança (SPS) na Base da Força Aérea de Dysess, no Texas. Esta era o lar do 96º Grupo de Bombardeio, equipado com aeronaves Boeing B-52. As armas nucleares da base eram armazenadas na Área de Armazenamento  de Armas (WSA) a cargo do 96º Esquadrão de Manutenção de Munições (MMS). Em Outubro de 1973, Michael era sargento, designado como E-4, trabalhava na Central Secundária de Controle de Segurança, na área de manutenção de munições. O ex-militar relata que estava acompanhado de um amigo quando notou a aproximação de um veículo vindo da área do quartel-general. O veículo tinha duas luzes amarelas acionadas, identificando-o como sendo o do comandante da base. Em seguida surgiu um veículo da Equipa de alerta de Segurança, designado como SAT-2, aproximando-se do local onde estava Michael. Uma sirene de alarme soou nesse momento, e todos receberam ordens da Central de Controle de Segurança (SSC) para se prepararem. Os militares foram levados ao CSC, situado próximo á pista de descolagem, que para Michael parecia mais iluminada que o normal, facto que ele atribuiu á Lua surgindo no horizonte. Os militares então receberam ordens de se armarem e jenkins foi designado para o veículo SAT-3, que patrulhava o perímetro oeste da base. O militar ouviu pelo rádio que 12 outros militares fuzileiros foram enviados para a área do MMS. As equipas que actuavam com cães (K-9) já estavam no perímetro dessa área, porém informaram que os cães demonstravam medo e receberam ordens de se afastarem. Michael Jenkins ouviu ainda que um avião de transporte Lockheed C-130 Hercules que estava em aproximação para pouso na base recebeu ordens de sobrevoar e observar a área MMS. O militar receia essas informações pelo rádio do veículo que ocupava com os seus colegas, e depois chegou a instrução de que deveriam atirar num objecto que estava a pairar sobre os depósitos de armas. A ordem de afugentar o intruso da área veio directamente do quartel-general do Comando Aéreo Estratégico na Base da Força Aérea de Offutt. Momentos depois o militar conta que puderam ouvir disparos de armas de fogo pela base, e em seguida observaram uma luz branco-azulada que se afastava em alta velocidade no rumo sudoeste. Jenkins comenta que o ovni passou directamente sobre a ponta final da pista, e depois de três horas receberam ordens de regressar para o CSC, devendo aguardar na sala de inspeção para posteriores instruções. Enquanto aguardavam Jenkins conversou com os seus colegas que haviam disparado contra o ovni, constatando que estavam todos assustados. Um sargento chegou a afirmar que nunca acreditara em discos voadores, mas havia mudado de opinião.

(Vista aérea da Base da Força Aérea de Dysess, local da ocorrência)


ORDENS PARA NÃO COMENTAR COM NINGUÉM A OCORRÊNCIA

. Outro militar descreveu o ovni como uma grande bola de luz quew pairava a 45 ou 60 metros de altura sobre os depósitos de armas nucleares. Depois de 20 minutos um oficial entrou e disse que qualquer um que perguntasse a respeito do incidente deveria ser denunciado no Escritório de Informações da Base. E eles receberam ordens de não comentar a ocorrência com ninguém, sob pena de corte marcial. Um dos militares descreveu como o ovni deixou vazar alguma coisa enquanto voava sobre a base, um material branco que é conhecido na Ufologia como "cabelos-de-anjo". No dia seguinte Jenkins foi designado para a área do CSC Primário, e foi encarregado de levar uma mensagem ao oficial comandante. O envelope estava marcado como "classificado" mas não selado. Como Jenkins possuía classificação de segurança "ultra-secreto" ele rapidamente leu a mensagem, que dizia que o material fora enviado para o Departamento de Saúde Pública do Texas. Os "cabelos-de-anjos" permaneceram em vários locais por três dias, quando choveu e se dissolveram.No dia seguinte Jenkins estava novamente no CSC quando chegou outra mensagem, desta vez "ultra.-secreta", e novamente ele deu uma rápida olhada no conteúdo. Dizia que após uma análise química completa no material, a opinião do laboratório era de que a substância não era deste mundo. 
Michael Jenskins foi dispensado pela Força Aérea norte-americana (USAF) em 1974, e nada comentou sobre o incidente até 1977. Nesse ano ele descreveu a sua experiência para o Centro para o Estudo de OVNIS (Cufos), sem obter resposta. A mesma coisa aconteceu quando ele contactou a Rede Mútua de OVNIS (Mufon) em 2015, quando tomou a decisão de escrever para Robert Hastings. A um pedido do pesquisador o ex-militar enviou-lhe o seu histórico de serviço militar DD214, além de fornecer nomes de outras pessoas envolvidas com a ocorrência. Robert Hastings afirma que tentará o contacto com esses outros ex-militares, a fim de confirmar a impressionante história.





sábado, 6 de janeiro de 2018

EX-AGENTE DO PENTÁGONO DIZ QUE A TECNOLOGIA EXISTENTE NOS OVNIS NÃO EXISTE NA TERRA E QUE POR ISSO NÃO ESTAMOS SOZINHOS NO UNIVERSO



. A repercussão da revelação quanto á investigação ufológica oficial promovida pelo Pentágono entre 2007 e 2011, cujo orçamento investido foi de 22 milhões de dólares, não para de crescer. Foi divulgada recentemente uma entrevista com Luis Elizondo, ex-agente de Inteligência que comandou o projecto, e que afirmou: " A minha opinião é que existe uma evidência bastante contundente de que nós não estejamos sozinhos". A entrevista foi concedida para a rede CNN. Elizondo agora faz parte, ao lado dos também ex-funcionários do Departamento de Defesa Christopher K. Mellon e Harold E. Puthoff, da To the Stars Academy of Arts and Science, iniciativa de investigação do polémico Tom DeLonge.
Luis Elizondo comentou que o programa investigou vários casos envolvendo o que chama de aeronaves estranhas: " Essas aeronaves, nós as chamamos aeronaves, demonstram características que não se encontram no inventário dos Estados Unidos, nem de qualquer outro inventário de que saibamos...". Ele sublinhou que os seus comentários não significam necessariamente que as naves observadas sejam extraterrestres, e que o foco da investigação era em descobrir qualquer problema em potencial relacionado á segurança nacional norte-americana. Ele afirma que o objectivo era identificar o que as testemunhas viam e determinar se essa informação era uma ameaça, revelando que descobriram muitas coisas. O ex-agente prossegue: "Se quer saber minha opinião preciso ser honesto a respeito, eu não sei de onde essas coisas vêm. Mas nós estamos seguros de que não são daqui. Se há russos ou chineses a tripulá-las, ou pequenos homens verdes de Marte, eu prefiro afastar-me dessa especulação, pois quero que o foco seja a pura ciência. A nossa pergunta sempre foi " o que estamos a ver representa uma ameaça á segurança nacional?"
Elizondo apresentou a sua carta de demissão a 4 de Outubro passado, em protesto contra o que considerou excessivo segredo quanto ao assunto e a oposição interna que teve que enfrentar, escrevendo: "Há a necessidade de dispensar maior atenção aos muitos relatos da Marinha e outros serviços quanto a sistemas aéreos incomuns interferindo em plataformas militares de armamentos, e exibindo capacidades além da próxima geração dos nossos sistemas".

DEFESA DA CONTINUIDADE DA INVESTIGAÇÃO UFOLÓGICA OFICIAL

. Luis Elizondo complementa que não poderia falar em nome do governo, mas as suas declarações apontam fortemente para o facto de as evidências que existem impedirem que se deixe de lado a possibilidade de que os objectos observados pelos militares sejam alienígenas. Ele deixou claro que as aeronaves anómalas observadas pelos militares pareciam desafiar as leis da aerodinâmica: "Foram observadas coisas que não possuem nenhuma característica óbvia que permita o voo, nenhum  meio do limite saudável de forças G que um ser humano possa suportar". O senador Harry Reid, que actuou para a criação desse programa de investigação disse recentemente: "Estou orgulhoso desse programa e dos seus estudos revolucionários. É uma atitude tola e contraproducente politicar as sérias questões científicas levantadas por esse trabalho...".
Confira a entrevista de Luis Elizondo na CNN no vídeo abaixo: